terça-feira, 29 de março de 2011

Refletindo sobre Alteridade

A palavra alteridade possui o significado de se colocar no lugar do outro na relação interpessoal, com consideração, valorização, identificação e dialogar com o outro.
A pratica da alteridade se conecta aos relacionamentos tanto entre indivíduos como entre grupos culturais religiosos, científicos, étnicos, etc.
Na relação alteritária, está sempre presente os fenômenos holísticos da complementaridade e da interdependência, no modo de pensar, de sentir e de agir, onde o nicho ecológico, as experiências particulares são preservadas e consideradas, sem que haja a preocupação com a sobreposição, assimilação ou destruição destas.

“Ou aprendemos a viver como irmãos, ou vamos morrer juntos como idiotas” (Martin Luther King).

A prática da alteridade conduz da diferença à soma nas relações interpessoais entre os seres humanos revestidos de cidadania.
Pela relação alteritária é possível exercer a cidadania e estabelecer uma relação pacífica e construtiva com os diferentes, na medida em que se identifique, entenda e aprenda a aprender com o contrário.


Fonte: http://pt.shvoong.com/humanities/philosophy/1877726-alteridade/

4 comentários:

  1. Obrigado, o blog foi de muita ajuda estou começando no Ensino Religioso e seu conteúdo me deu muitas ideias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em poder contribuir com essa disciplina que é tão relevante na formação de nossos alunos! Um grande abraço!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Marga Carvalho, constatamos que esse assunto se coaduna também com outras ciências, a exemplo do Direito, e, principalmente a Antropologia. Na vida tudo está conectado, Deus quis assim para atingirmos a felicidade plena, isto é, irmanados em um só ideal!

    ResponderExcluir

Deixe aqui suas sugestões ou comentários!